Blog

Blog

Por Dr. Evandro Reis

Escaras: o que é, sintomas e tratamento

O que é escaras?

Escaras são um tipo de ferida, também conhecidas como úlceras de pressão ou úlceras de decúbito. Surgem em pacientes que passam longos períodos deitados ou sentados, como pessoas idosas, pacientes hospitalizados ou com limitações de locomoção, como os cadeirantes.

Como surgem as escaras?

Quando uma pessoa passa um longo tempo na mesma posição, sem se mover, o objeto onde ela está deitada ou sentada exerce pressão sobre seu corpo – sobre a pele, articulações (juntas) e ossos. Com isso, a circulação nesses locais que sofrem pressão fica prejudicada e os tecidos param de receber sangue e nutrientes. Assim, a região começa a se deteriorar, podendo sofrer necrose e deixar expostos até mesmo músculos e ossos, em estágios mais graves.

Existem grupos de risco para o surgimento de escaras?

Pacientes hospitalizados, idosos e cadeirantes são os mais sujeitos ao aparecimento destas lesões, uma vez que sua mobilidade é reduzida. Além disso, pacientes com desnutrição, diabetes e problemas circulatórios pré-existentes têm mais risco de desenvolver este tipo de ferida, já que a circulação e a falta de nutrientes nas áreas que sofrem pressão em contato com o local onde a pessoa se encontra deitada ou sentada são as principais causas do surgimento das escaras.

Pessoas com incontinência urinária e fecal, pacientes com níveis de consciência e sensibilidade reduzidos também correm mais risco de desenvolver estas lesões.

Quais são os sintomas?

As escaras desenvolvem-se pouco a pouco, e de dentro para fora. Começa com uma vermelhidão na pele ou nas articulações, podendo evoluir para uma bolha cheia de líquido, depois para uma ferida com uma crosta arroxeada, com presença de nódulo. Se o paciente tiver sensibilidade na região da escara, sentirá bastante dor.

Compartilhar Publicação